Páginas

domingo, 25 de maio de 2008

Inequações...



Sou matemático de cabeça para baixo:
as inequações, marcas de minha impotência;
os números, teimosia de Infinitude...
postergando o meu capturar definitivo.
 
Sou matemático de uma agônica geometria:
as linhas, tortas por um contorno inacabado;
as esferas, derretidas na frouxidão do tempo
(talvez, doidamente mais lânguidas que os relógios-tempo de Dali);
os trapézios, trapalhadas trôpegas
de um discurso falido.


[DiAfonso]

Um comentário:

Raphael disse...

taí gostei da sua escrita

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...